sábado, 24 de janeiro de 2015

"A louca da casa", Rosa Montero

Comecei o ano com uma ótima leitura! Este será o primeiro livro que escolherei de uma das categorias do meu desafio literário. Foi uma indicação incrível da minha amiga querida Isa, do canal LidoLendo. Mas do que se trata o livro "A louca da casa"? Não o estranhem pela capa! Na verdade, é um livro um pouco difícil de descrever, pois é uma mistura de romance, ensaio e autobiografia. Comprei a edição pocket da editora Ediouro, e acabou entrando para uma dos meus favoritas da vida.

Gostei do livo logo nas primeiras páginas, adorei a escrita da autora Rosa Montero, a maneira como ela passa suas ideias para o leitor de uma forma sincera e até um pouco confidente. Devorei os capítulos um atrás do outro, e não o abandonei antes de terminá-lo!

Rosa Montero fala sobre a arte de escrever, sobre como é a vida de um leitor, mistura exemplos da história de vários escritores importantes, cita obras literárias (e todas tive uma enorme vontade de ler), conta relatos de sua própria vida (verídicos ou não) e aborda diversos temas meticulosamente escritos de uma forma caprichada para expressar seus argumentos sobre determinados assuntos. É como se tudo que eu tivesse pensando sobre escrita estivesse em um único só livro, expostos de uma forma muito bem elaborada.

É um livro abordando apaixonadamente a Literatura. Em diversos momentos irá se divertir com as passagens engraçadas que a autora cria. Talvez este tenha sido o grande trunfo do livro, este estilo romanceado ao longo da obra. Há também uma grande quantidade de trechos e frases com metáforas e analogias sobre escrever, que elevam a identificação com as ideias. Recomendo para todos os escritores e leitores ávidos, e já estou "louco" para pegar um novo livro da escritora!

Sobre a autora

Nasceu em Madri, em 1951. Trabalhou nos principais veículos da imprensa espanhola e desde 1976 é colunista exclusiva do jornal El País. Autora de vários textos jornalísticos, estreou como escritora em 1979, com Crônica del desamor. Depois vieram várias obras, entre elas A filha do canibal, que lhe rendeu o prêmio Primavera.

0 comentários:

Postar um comentário