sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

"Harry Potter e o Cálice de Fogo"

Harry Potter e o Cálice de Fogo é o meu livro favorito de toda a saga! Daqui pra frente J.K. deixa a escrita simplista de lado e começa a criar cenas mais detalhadas, há um número de acontecimentos maior também, podemos notar isso pelo engrossamento dos livros. Além disso, a história vai ficando mais adulta, mostrando que é hora de Harry amadurecer. E amadurecer para J.K. é impossível sem uma dose de aflição, por isso a autora criou várias situações que não permitem que a vida do nosso protagonista seja fácil. É neste livro que Harry vai brigar com o melhor amigo, será obrigado a interagir com garotas (algo que só fazia com Hermione, sua melhor amiga), terá desafios que colocaram suas habilidades à prova e irá enfrentar pela primeira vez perigos que vão além dos portões de Hogwarts.

A Copa Mundial de Quadribol é um evento marcante, e também serve como anuncio para o retorno de Você-Sabe-Quem. Acabamos descobrindo sobre outras escolas de magia, no caso Beauxbatons e Durmstrang, e como a chegada dos novos estudantes estrangeiros é um tremendo choque para os alunos de Hogwarts. O evento principal é o Torneio Tribruxo, em que três alunos de cada escola são selecionados pelo Cálice de Fogo para participarem de provas que concederão a quem vencer o título de campeão, a Taça Tribruxo e um prêmio em dinheiro. Mesmo Harry não tendo idade para participar, misteriosamente ele é selecionado, causando um misto de euforia e revolta em todos.

Não posso me esquecer do Baile de Inverno, uma festa onde os alunos podem dançar e se divertir. Rony passa por diversas situações engraçadas para encontrar um par, já para Hermione este evento é um momento de glória, onde ela confraterniza com o inimigo. Sem esforço, a bruxinha conquista para ser seu par Vitor Krum, aluno de Durmstrang e o garoto mais cobiçado da escola por ser um famoso jogador de Quadribol. Como se um tijolo tivesse caído sobre a cabeça de Rony, ele percebe que Hermione é uma menina! E que não gosta de a ver acompanhada de outros garotos... Harry também não fica nada feliz ao descobrir que Cho Chang, a garota por quem está apaixonado, é escolhida por Cedrico Diggory para a festa.

Depois da morte de um personagem e o retorno de Voldemort com todas as suas forças, é o início do clima pesado e depressivo que será marcante pelo resto da saga, principalmente no quinto volume, que é o próximo.

Sobre o filme

Assim como o livro, o filme é meu favorito de toda a saga cinematográfica, e escolhi ele para o Desafio do livro. Foi dirigido por Mike Newell, e assim como o diretor anterior, ele adaptou muita coisa e criou várias cenas novas. Uma cena que só existe no filme e é muito engraçada é a Prof.ª McGonagall ensinando Rony a dançar. Na cena do baile, a equipe do filme precisou de cem costureiras, que confeccionaram trezentas roupas. O diretor se inspirou nos bailes de sua escola, que começavam com valsa e terminavam com rock. Já para a primeira prova do torneio, um dragão de vinte metros foi realmente construído e ganhou um lança-chamas. Uma excelente aquisição para o elenco foi Ralph Fiennes, que viveria o tão temido Lord das Trevas.

Bem, espero que tenham curtido as curiosidades sobre o filme. Não esqueçam que já escrevi mais sobre a saga! ;)


0 comentários:

Postar um comentário